21/12/2016
Dezembro Laranja alerta para prevenção do câncer de pele

Assessoria

Prevenir o câncer de pele e alertar para a importância da proteção contra os raios solares. Estes são os principais objetivos do “Dezembro Laranja”, uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia que visa alertar a população sobre a necessidade dos cuidados com a saúde. Com a chegada do verão e o aumento da incidência e também exposição ao sol, crescem também os riscos de doenças na pele.

Para o médico dermatologista, Franck Wellington Bobato, muitos acabam cometendo alguns descuidos em nome da ‘cor do verão’. Ele alerta para a necessidade da foto proteção, por meio de filtro solar, uso de barreiras físicas, como roupas adequadas e chapéus, aliadas a não exposição ao sol nos horários de pico.

“A maioria das pessoas observa somente o momento, sem se preocupar com as consequências que a falta de cuidado pode trazer a médio ou longo prazo”, explica. Segundo ele, qualquer sinal diferente na pele merece atenção. “A grande maioria dos casos de câncer é curável desde que diagnosticados precocemente, o que torna essencial as visitas ao consultório médico pelo menos anualmente”, reforça.

Tipos
Bobato explica que são três os tipos de câncer: o Carcinoma Basocelular (CBC); Carcinoma Espinocelular (CEC) e Melanoma. O primeiro é o mais frequente e surge em regiões com maior exposição ao sol.  Na maioria das vezes são nódulos eritematosos, conhecidos popularmente como carocinhos avermelhados, que sangram facilmente e que geralmente se transformam em feridas. Já o Carcinoma Espinocelular é o segundo tipo de maior incidência e as lesões têm coloração avermelhada e apresenta-se na forma de machucados ou feridas que não cicatrizam e sangram ocasionalmente.

O tipo mais agressivo é o Melanoma, que apesar de assustar, tem chance de cura superior a 90% em casos de diagnóstico precoce. Ele se caracteriza por uma pinta ou um sinal na pele, em tons acastanhados ou enegrecidos que mudam de cor, formato e tamanho, podendo causar sangramento. “Em qualquer um dos casos, a avaliação do dermatologista é essencial para detectar o tipo e o melhor tratamento para cada paciente”, garante.

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.