15/05/2014

Dia Internacional do Celíaco: uma vida sem glúten

Até pouco tempo atrás, eu nem sabia o que “celíaco” significava. Mas fala com um e com outro e, com certeza, você, como eu, vai descobrir muita gente que é portadora desta doença: a intolerância ao consumo do glúten.

Segundo o Portal Rio Sem Glúten, de cada 100 pessoas, uma é celíaca, ou seja, pelo menos 1% da população mundial. No Brasil, segundo a Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (FENACELBRA), 2 milhões de pessoas sofrem com a doença.

Escolhi o tema para esta edição da coluna, porque no próximo dia 19 de maio comemora-se o Dia Internacional do Celíaco e conhecer a doença e os sintomas são o início do tratamento. A maioria das pessoas não sabeque sofre com a doença – que necessita de acompanhamento para toda a vida.

Segundo a médica nutróloga Debora Froehner, diretora da clínica Nutrocare e  coordenadora clínica da terapia nutricional do Hospital do Idoso Zilda Arns, em Curitiba, “a doença ocorre em pessoas com predisposição genética. Por ser autoimune, a enfermidade gera uma inflamação crônica na mucosa do intestino delgado, interferindo diretamente na absorção de nutrientes essenciais ao organismo”.

O glúten é uma proteína que está presente em diferentes alimentos como trigo, cevada, aveia, centeio e malte. Apesar de variar de pessoa para pessoa, entre os sintomas mais comuns estão a diarreia; anemia; falta de apetite; dor abdominal; emagrecimento ou obesidade; distensão abdominal (barriga inchada); vômitos, entre outros. Até mesmo atraso no crescimento de crianças pode ser sinal da doença.

O diagnóstico é realizado através de exames e havendo alterações no exame de sangue, o médico buscará a confirmação com uma endoscopia com biópsia, na qual será retirada uma amostra do intestino delgado.

Vale lembrar que a doença celíaca manifesta-se em diferentes idades, podendo ser em crianças, adultos e idosos. O acompanhamento por um médico especialista é fundamental para o tratamento realizado com uma dieta isenta de glúten permanente. 

Essa restrição alimentar é realmente uma chatice, pois como se pode ver diariamente em qualquer supermercado, QUASE tudo tem GLÚTEN na receita (vem em negrito: “contém glúten”). Contudo, atualmente, existem muitos produtos sem glúten realmente gostosos e lojas especializadas e, portanto, descobrir-se um celíaco não é o fim do mundo.

Sugestões de consumo

Grandes supermercados também costumam ter prateleiras com alguns produtos SEM GLÚTEN, que seguindo as linhas diet e sem lactose, infelizmente, ainda são bem mais caros que os produtos ditos “comuns”.

Uma taxação reduzida deste tipo de alimento, e principalmente das matérias primas, ajudaria aos fabricantes a ter preços mais atrativos à maioria da população.

Em Piraí do Sul, nos Campos Gerais, uma fábrica muito bacana produz biscoitos doces e salgados, granolas e outros alimentos para celíacos, com alta tecnologia e qualidade; a Sabor Alternativo. O bacana é que os produtos também podem ser adquiridos pela Internet e assim, comprados por celíacos de todo o Brasil no site www.saboralternativo.com.br. Eu não sou tenho essa restrição alimentar, mas adoro os produtos!

Conheci dia desses numa feira, os Biscoitos Kefer, de Umuarama. Absolutamente mara, parecem aquelas bolachinhas feitas por vó. São produzidos sem glúten e sem lactose e não contém gordura trans. Os pontos de venda são divulgados em sua Fan Page, bem como a participação em feiras em geral: https://www.facebook.com/biscoitoskerber

Ainda não experimentei, mas estou louca para experimentar, os chocolates da ChocoFitness. São considerados produtos veganos, porque são sem açúcar, sem lactose e sem glúten. Disponíveis em lojas especializadas e também pelo site www.chocofitness.com.br.

Em Curitiba, no Bom Retiro, há uma loja especializada neste tipo de produtos (sem glúten e também opções diet e sem lactose), a Almendras Emporium (clique AQUI e veja a Fan Page do Facebook) – Rua Nilo Peçanha, 1948, telefone (41) 3044-1310. O site é super completo, tem receitas e explicações sobre as doenças com restrição alimentar: www.almendras.com.br. A loja também promove palestras e cursos gratuitos, super bacanas. Vale acompanhar o Face e o Site.

Em Ponta Grossa, os produtos da Sabor Alternativo e Biscoitos Kefer podem ser adquiridos nos Empório Campos Gerais, Rua Doutor Penteado de Almeida, 764, telefone (41) 9913-0232. Veja mais em https://www.facebook.com/EmporioCamposGerais.

Espero que tenha sido útil e, claro, se você tem dicas e recomendações na área de restrição alimentar, compartilhe aqui com a gente!

E Feliz Dia Internacional do Celíaco!

 

Fontes pesquisadas:

Dra. Debora Froehner | www.nutrocare.com.br

Avenida Presidente Affonso Camargo, 1399 - Sala 711

(41) 3087-7761 / 3087-7759

 

www.riosemgluten.com

www.saboralternativo.com.br

https://www.facebook.com/biscoitoskerber

www.chocofitness.com.br

www.almendras.com.br

https://www.facebook.com/EmporioCamposGerais

 

 Fabiana Guedes é fotógrafa, blogueira e há 7 anos colabora com colunismo social impresso e eletrônico em diferentes veículos de comunicação. A coluna “Super indico by Fabi Guedes” marcou seu retorno ao Plantão da Cidade em outubro de 2013 e apresenta semanalmente dicas de beleza, moda, utilidade pública, arte e cultura, que também são publicadas em seu Blog “Fabiana Guedes Por Aí” (http://fabianaguedesporai.blogsppot.com). Ela é casada e reside atualmente em Curitiba/ PR. Site oficial: www.fabianaguedes.com

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.