02/01/2017

As quatro operações

Estamos inseridos em uma sociedade, a qual está alicerçada economicamente em números. Ao ligarmos a televisão, abrirmos o jornal, logo notamos que a economia está estampada em muitas manchetes.

Vamos adquirir um produto e nos deparamos com termos, semelhante a taxa de juros, inflação, cartão de crédito, cheque especial e outros.

Você já parou para pensar o que seria do mundo se inexistissem os números? Como o mercado sobreviveria? Como o ser humano faria?

Em nossa vida, as quatro operações estão sempre presentes. Algumas pessoas preferem não arriscar, outras, mais ousadas, se lançam e, independente do resultado, já podem ser consideradas corajosas.

Todos os dias precisamos somar ou adicionar motivos de agradecimentos por inúmeras bênçãos recebidas pelo nosso alimento físico e espiritual, trabalho que realizamos, família que temos, amizades em geral, etc.

Em contrapartida, devemos subtrair ou diminuir a tensão emocional, a amargura, o estresse, a falta de fé e o egoísmo.

Como consequência, iremos conseguir dividir um pedaço da nossa solidariedade, da alegria e companheirismo com as pessoas próximas de nós. E neste item eu incluiria o pão material, o qual devemos também dividir com os mais necessitados.

E finalmente, após as etapas anteriores, conseguiremos multiplicar as nossas conquistas e nosso existir será preenchido de júbilo e dádivas, mostrando que somos pessoas que fazemos a diferença, neste mundo muitas vezes frio e dominado pelos números e dinheiro.

Que tal, pensarmos as quatro operações assim?

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.