Ponta Grossa - Paraná
A Princesa dos Campos Gerais
Cidade de Vila Velha
 Ponta Grossa, segunda-feira 04 de abril de 2011






 



Contato: jornalismo@fmtropical.com.br



EM CARTAZ

Na manhã desta segunda-feira, no rádio, Rede T, o deputado Caíto Quintana, líder da bancada do PMDB na Assembléia Legislativa, explicou o teor do projeto de sua autoria que estende à união gay os benefícios previdenciários.

Esta matéria tramitará primeiramente pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa que, a propósito, é presidida pelo deputado Nelson Justus.

E será ali que os demais integrantes da comissão tomarão conhecimento do inteiro teor do projeto que permite a companheiros e companheiras de servidores públicos que possam ser inscritos como dependentes no ParanáPrevidência, que é o fundo de pensão e aposentadorias dos funcionários públicos.

Vale dizer, com mais profundidade, que a proposta de Caíto Quintana possibilita que parceiros do mesmo sexo tenham acesso aos benefícios previdenciários.

E no rádio, Caíto pontuou que são direitos já consagrados pela Justiça. “E se as pessoas têm direito a esses benefícios não há razão para que não sejam regulamentados em lei, dispensando a ação na Justiça”.

Quanto a possíveis resistências que possam surgir em plenário – como por exemplo com a bancada evangélica - Caíto sabe que alguns deputados vão contestar a proposta, mas que o espaço da Assembléia é destinado às discussões.

Sobre política partidária, Caíto disse com todas as letras que não pertence nem ao grupo de Roberto Requião, atual senador, nem ao de Orlando Pessuti, ex-governador. “Acima de tudo eu sou peemedebista”, aponta.

E ele não defende e nem incentiva a destituição dos atuais dirigentes municipais das executivas peemedebistas já com vistas às eleições municipais do ano que vem.


2012

O nome do reitor da UEPG, João Carlos Gomes, começa a ser embalado e preparado para as eleições majoritárias do ano que vem. E esse trabalho tem como cérebro ninguém menos do que o Roberto Alfredo Pietrobelli Mongruel, do PDT nativo.

Aliás, por falar em PDT, o partido continua, sim, com o nome do ex-vereador Messias Carneiro de Moraes como seu presidente de direito e de fato.

João Carlos Gomes quer ser candidato às eleições majoritárias do ano que vem, e, nesse momento, é uma figura nova dentre todos aqueles que estão de olho no cargo hoje ocupado por Wosgrau Filho.

O problema é o que o Mongruel fará com o ex-deputado Jocelito Canto, igualmente envergando a camiseta de candidato às eleições do ano que vem.

E JC certamente tem ouvido de pessoas que lhes são próximas que ele teria mais chances eleitorais do que João Carlos Gomes. Sim! Força eleitoral para ganhar a eleição?


E enquanto isso, em outra ponta, o Márcio Pauliki vai fazendo doce quanto aos convites que vem recebendo para ingressar neste ou naquele partido.

O que o Pauliki gostaria mesmo é que fosse viabilizada a sua entrada no PMDB de Orlando Pessuti e não no PMDB de Roberto Requião.


REQUIÔNICAS

Do twitter do senador Roberto Requião: “O verdadeiro PMDB não convidou ninguém, há um movimento de desempregados se agitando”. A frase é uma resposta de Requião ao grupo afinado com Orlando Pessuti, que quer convidar o Gustavo Fruet a se filiar ao PMDB e ser candidato a prefeito de Curitiba, no ano que vem.

Outra de Requião:“Começo a colher assinaturas para emenda constitucional que proíbe parlamentares ocuparem cargos no Executivo”.

E: “A Gleisi é mulher inteligente, dedicada ao PT. É a musa moderna do Senado”.

 



Plantão da Cidade OnLine - Rua Antônio Vieira, 295 - Bairro São José - Ponta Grossa - PR
Jornalista Responsável: Luiz Carlos Castilho
 - RPR (MT) - 4450
Comercial: Maria Jacira Castilho - Telefones: (42) 3028-2377 - (42) 9119-1523
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade