Nova pagina 5

CAPA

EXPEDIENTE

Plantão/História

Prefeitos

Vereadores

Política

Eleições 92 a 04

Câmara Municipal

Executivo Municipal

Imprensa

Rádio Santana

Fotos

 

Especiais

Três anos
sem Medicina

Anteriores

 

 

  Ponta Grossa - Paraná -  

Requião: Vitória apertada, mas, vitória!
O governador Roberto Requião (PMDB) obteve, neste domingo, vitória apertada sobre o senador Osmar Dias - 50,10% a 49,90% e, por mais quatro anos, estará no comando do Estado. Em Ponta Grossa, onde teve o apoio do atual prefeito, Pedro Wosgrau Filho, de três ex-prefeitos, Jocelito Canto, Péricles de Mello (deputados eleitos em 1º de outubro) e Luiz Carlos Zuk, Requião, com  59.293 votos, foi derrotado por Osmar, que totalizou 97.511 votos.
Para a Presidência da República, o eleitorado ponta-grossense conferiu ao presidente reeleito, Luiz Inácio Lula da Silva
56.930 votos, e uma vitória espetacular ao candidato do PSDB, Geraldo Alckmin: 103.507 votos.


Confira os números das eleições em Ponta Grossa e no Paraná


Wosgrau diz que Paraná reelegeu
um companheiro de Ponta Grossa

“Ele fez um belo governo e é um companheiro de Ponta Grossa”, falou. Pedro voltou a justificar seu apoio ao agora governador reeleito, “por tudo aquilo que ele tem feito conosco, nestes dois anos em que estou à frente da Prefeitura, por certo, nos próximos dois anos, estaremos com um grande governador, com um amigo de Ponta Grossa, para que possamos fazer as grandes obras que precisamos”.

 

Para Jocelito, Requião precisa
valorizar mais os companheiros

O deputado Jocelito Canto,  PTB, se mostrou decepcionado e triste com o resultado da eleição para o governo do Estado, em Ponta Grossa, e preferiu não comemorar a vitória do seu candidato, Roberto Requião, que perdeu aqui. E disse que muitas coisas precisam ser revistas: “Primeiro, o governador precisa valorizar os companheiros de verdade”, afirmou.

a

Plauto: “Cidade mostrou que
está insatisfeita com Requião”

Na avaliação do deputado Plauto Miró Guimarães Filho, PFL, que apoiou Osmar Dias, o resultado da eleição para o governo, em Ponta Grossa, com a vitória do seu candidato, aqui, foi demonstração de que a população local não está satisfeita com o estilo de governar de Requião. Ele comemorou a expressiva votação de Osmar em todo o Estado.

 

Rangel ainda não sabe se será
situação ou oposição a Requião

Sobre a vitória de Requião o deputado eleito Marcelo Rangel disse que as urnas mostraram que a população de Ponta Grossa quer mais atenção do governo do Estado. E sobre seu apoio a Osmar, disse que realizou um trabalho de campanha levado pela sua consciência, como primeira iniciativa, depois de eleito.

-

Talvez seja, mesmo, melhor não comemorar, agora, e ter que se explicar depois, como terão que se explicar os peemedebistas ponta-grossenses, a Roberto Requião. Dizer o que? A vitória a todos pertence, enquanto a derrota não tem dono. E Requião foi derrotado em Ponta Grossa. E, aos peemedebistas locais, vamos combinar: Não há como comemorar, aqui, a vitória apertada no Estado! Muito menos, disputar essa paternidade.
(Leia mais)


Caio Alencar
com o seu
PASSE PERFEITO

Eleições 2006

Entre



 

 




(Coluna)