Ponta Grossa
Cidade de Vila Velha
Princesa dos Campos Gerais

 


Rua Tiradentes, 853
(Em frente ao Sepam Vestibulares)
Fone: (42) 3224-2634

 


Confira os novos trechos pavimentados em nosso site

 

 

 
 

 



 

 

 

 

 

Ponta Grossa, sábado 31 de janeiro de 2009
 
Agricultores que aderiram à
renegociação tem novo prazo
Rodrigo Asturian - Assessoria MDA/INCRA

Leia, também:

» Tarifa de ônibus vai a R$ 2,20
a  partir deste domingo em PG

»
Inicia nesta segunda feira a semana pedagógica da UEPG
»
Ano letivo na rede municipal
de PG tem início no dia 9

»
Requião autoriza nomeação
de14.287 novos professores

»
Centro Judiciário começa
com o Fórum Trabalhista

»
Mais prazo para agricultores
que aderiram renegociação

»
Syngenta promove a 10º Semana do Campo em PG
»
Copel e sanepar unem-se
para proteger rios

»
Planejamento da Educação de Telêmaco tem vigência até 2019
»
Assembléia reinicia atividades
plenárias com posse da Mesa

»
Controlador Geral de Telêmaco
no 1º. MBA de qualificação do TCE

Os agricultores familiares e assentados da reforma agrária que aderiram à renegociação das dívidas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e que não acertaram as contas, ou parte delas, até a data anteriormente estipulada – 31 de dezembro – contam com um novo prazo: 15 de março. A decisão foi aprovada nesta quinta-feira (29) pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Dos cerca de 650 mil agricultores que aderiram à renegociação, aproximadamente 15% não efetuaram o pagamento de uma parcela mínima estabelecida, no caso daqueles que optaram pelo pagamento em prestações. De acordo com o diretor de Financiamento e Proteção da Produção da Secretaria de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA), João Luiz Guadagnin, a medida busca auxiliar esse grupo que, por diversas razões, teve dificuldade de cumprir seus compromissos.

Os agricultores que regularizarem a situação poderão ter novas oportunidades de financiamentos rurais do Pronaf, ou seja, vão estar aptos a tomar novos créditos para dar continuidade ao trabalho no estabelecimento familiar. Já os que não acertarem as contas, poderão ficar impedidos de efetuar transações financeiras, como manter conta em banco e tomar empréstimos. “Em alguns casos, o nome desse agricultor poderá ser inscrito na Dívida Ativa da União”, alerta Guadagnin.

Para aderir à renegociação de dívidas rurais (Lei 11.775/08), os agricultores assinaram um termo de adesão nos bancos até 12 de dezembro. Nessa fase, eles apenas preencheram a solicitação informando nome completo e o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF). O procedimento seguinte foi realizado pelos bancos, que analisaram cada caso e informaram aos agricultores a situação da dívida. A partir daí, eles podiam optar pelo pagamento integral ou parcelado.

 






Turismo
de Ponta
Grossa e Região

 

 

Plantão da Cidade OnLine - Rua Antônio Vieira, 295 - Bairro São José - Ponta Grossa - PR
Jornalista Responsável: Luiz Carlos Castilho
 - RPR (MT) - 4450
Comercial: Maria Jacira Castilho - Telefones: (42) 3224-2375 - (42) 9119-1523
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade