Ponta Grossa
Cidade de Vila Velha
Princesa dos Campos Gerais

 

 



 

 

 

 

 

 

Ponta Grossa, quinta-feira, 24 de setembro de 2009
 
Barbiero confirma inscrição
de Ponta Grossa no Pronasci
Edgar Hampf - Assessoria

Protocolo solicitando a inscrição de Ponta Grossa no Programa Nacional de Segurança Pública em Cidadania (Pronasci) foi oficializado na tarde desta quarta-feira, em Brasília, pelo secretário municipal de Governo, João Barbiero.

No período da tarde, o secretário manteve reunião com Juarez Pinheiro, que é coordenador nacional do Projeto e assessor federativo do Ministério da Justiça, além de ter sido designado pessoalmente pelo ministro Tarso Genro como relator do processo de inscrição de Ponta Grossa.

Leia também:

Política
»
Câmara de Ponta Grossa não tem
estrutura para mais oito vereadores

» PEC dos Subsídios pode
salvar salários da segurança
Geral
» Barbiero confirma inscrição
de Ponta Grossa no Pronasci

»
Obra dos novos acessos só
depende de ordens de serviço

» Prefeitura trabalha para
viabilizar a 20ª München

» Castro promove Semana do Idoso
» Quero-Quero e Ouro Verde
recebem o “Horta em Casa”

» Clube Estrela da Manhã, de
Tibagi, comemora 59 anos

» Concurso público já conta
com mais de 500 candidatos

» UEPG é destaque
em encontro nacional

» Conferência Municipal de Saúde
de Telêmaco será nesta quinta-feira

» Escolas de Tibagi recebem
recursos do PDE

» Escolas de Telêmaco Borba ampliam
aprendizado incentivando brincadeiras

» Desenvolvimento Urbano de
Castro tem novo secretário

“Já está confirmada a inclusão do município nesse programa, e a assinatura do convênio deve acontecer já na próxima sessão de assinaturas, programada para os próximos dias”, informa o secretário, que deixou a capital federal no final da tarde.

De acordo com o secretário, durante sua audiência no Ministério da Justiça ele, em nome do prefeito Pedro Wosgrau Filho, oficiou ao ministro Tarso Genro convite para que presida a instalação da Delegacia da Polícia Federal em Ponta Grossa – que só depende da mudança do Núcleo Regional de Educação, que hoje ocupa o imóvel em que a PF vai ser instalada. A propósito dessa mudança, Barbiero destacou que nas reuniões prévias com a Secretaria de Governo, o Núcleo de Educação tem feito gestões para que essa mudança aconteça o mais rapidamente possível.

Moradia social
Outro resultado expressivo da visita do secretário a Brasília foi a liberação de recursos para a complementação de um projeto de moradia social, abrangendo a região de Olarias e da vila Coronel Cláudio. Por solicitação do presidente da Prolar, Herivelto Benjamin, Barbiero interveio junto à diretoria financeira do Ministério das Cidades, para a liberação de uma nova parcela de recursos, agora na faixa de R$ 180 mil, que vem se somar a mais R$ 325 mil antes transferidos.

Essa nova liberação contou também com o empenho do deputado federal Fernando Giacobo (PR-PR). Esses recursos estão sendo aplicados em projeto de moradia social dentro do Programa Nacional de Habitação de Interesse Social, que prevê, entre outras intervenções, urbanização e regularização de moradias em condições precárias.

O presidente da Prolar, informado da liberação, se declarou “bastante feliz com essa liberação”. No final da tarde, agradeceu publicamente ao secretário Barbiero pela liberação, lembrando que esses recursos “vai ajudar no desenvolvimento do nosso trabalho com a população mais carente, que precisa de moradias mais dignas, em nossa cidade”.

Ainda nesta quarta-feira, Baribero esteve no Ministério da Cultura, gestionando a liberação de emendas parlamentares de interesse da Secretaria Municipal de Cultura.

O que é o Pronasci
Pronasci é o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, apresentado pelo Ministério da Justiça como “uma iniciativa inédita no enfrentamento à criminalidade no país”. O projeto articula políticas de segurança com ações sociais; prioriza a prevenção e busca atingir as causas que levam à violência, sem abrir mão das estratégias de ordenamento social e segurança pública.

Entre os principais eixos do Pronasci destacam-se a valorização dos profissionais de segurança pública; a reestruturação do sistema penitenciário; o combate à corrupção policial e o envolvimento da comunidade na prevenção da violência. Para o desenvolvimento do Programa, o governo federal investirá R$ 6,707 bilhões até o fim de 2012.

Além dos profissionais de segurança pública, o Pronasci tem também como público-alvo jovens de 15 a 24 anos à beira da criminalidade, que se encontram ou já estiveram em conflito com a lei; presos ou egressos do sistema prisional; e ainda os reservistas, passíveis de serem atraídos pelo crime organizado em função do aprendizado em manejo de armas adquirido durante o serviço militar.

 

 

 

Plantão da Cidade OnLine - Rua Antônio Vieira, 295 - Bairro São José - Ponta Grossa - PR
Jornalista Responsável: Luiz Carlos Castilho
 - RPR (MT) - 4450
Comercial: Maria Jacira Castilho - Telefones: (42) 3028-2377 - (42) 9119-1523
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade