Ponta Grossa
Cidade de Vila Velha
Princesa dos Campos Gerais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ponta Grossa, quinta-feira 24 de setembro de 2009


c.castilho@uol.com.br - Fone: (42) 9119-1523

 

Na noite de segunda-feira, contamos aqui, que o vereador Pascoal Adura estaria disposto a apresentar uma moção de apelo ao prefeito Pedro Wosgrau, pedindo o afastamento do presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes, Edimir de Paula, o “chefe da Casa Militar” do governo de Wosgrau, apostando que não teria dificuldades em aprovar a proposição porque, segundo ele, “ninguém, nesta Casa, está satisfeito com o trabalho do presidente da Autarquia, se é que dá para chamar de trabalho”.

Não se sabe se Adura levou adiante aquela intenção. Mas, nem precisa.

Ocorre que o governista Edílson Fogaça de Almeida resolveu aplicar o antídoto antes do veneno.
E protocolou, nesta quarta-feira, uma moção de aplauso ao coronel, que comanda a Guarda Municipal e os agentes de trânsito, além da Defesa Civil.

Alguns vereadores, também da bancada governista se revelaram bastante preocupados com a iniciativa de Fogaça, já que Edimir, desde a legislatura anterior, e muito mais na atual, vem recebendo críticas por parte de vários parlamentares, de oposição e situação. Nem todos chegaram a pedir “a cabeça” do presidente da Autarquia, mas, daí a aprovar moção de aplauso, a diferença é enorme.

A proposição de Fogaça soa, mais do que como uma homenagem a Edimir, como provocação aos que criticam o coronel.

A justificativa apresentada por Edilson: “A presente proposição visa homenagear o ilustríssimo senhor coronel José Edimir de Paula, presidente da Autarquia Municipal de Trânsito (não citou “Transportes”), pelos relevantes trabalhos que vem desempenhando em favor da comunidade ponta-grossense, através de um trabalho responsável, envolvendo projetos, fiscalização e controle do trânsito em Ponta Grossa”.


E segue: “Cumpre destacar que o ilustríssimo senhor coronel José Edimir de Paula é professor e engenheiro, e a Autarquia Municipal de Trânsito conta, hoje, com cerca de 350 funcionários, distribuídos entre os quatro departamentos e a Guarda Municipal”.

Se for aprovada a moção, a maioria dos vereadores perde credibilidade para fazer críticas à Autarquia e a Edimir; se rejeitada, Edimir não terá absolutamente nada a agradecer ao autor da proposição. Nem mesmo a boa vontade!
Alessandro Lozza de Moraes, na segunda-feira, reclamou uma barbaridade do prefeito Pedro Wosgrau Filho e do secretário de Planejamento, José Ribamar Krüger, acusando ambos de falta de interesse em relação ao trânsito de Ponta Grossa. E avisou que, se houvesse resposta positiva, a partir desta quarta iria começar com as críticas.

Mas, Lozza de Moraes esteve, segundo contou, na tarde de terça-feira, com o prefeito, discutindo o assunto. E disse ter tido a “grande satisfação” de ouvir de Pedro que providências já estão sendo tomadas no sentido de uma reorganização do trânsito, voltado a situações emergenciais, no centro e em pontos considerados críticos. “Isto está sendo estudado pela Secretaria de Planejamento em conjunto com a Autarquia de Trânsito, e poderemos, amanhã (hoje), sabermos com o Edimir de Paula, quais serão essas discussões”.

Significa dizer que Wosgrau não contou, ou não soube contar ao vereador quais seriam, efetivamente, as medidas. Poderia pelo menos ter dito se as sugestões apresentadas pela Comissão Especial de Trânsito, que Alessandro presidiu. Pelo contentamento do vereador, é de se crer que sim.

A reunião entre vereadores e Edimir de Paula acontece na manhã desta quinta-feira e deverá contar, entre outros, com Pascoal Adura, que prometeu falar tudo o que pensa ao presidente da Autarquia.
George Luiz de Oliveira discursou, mais uma vez falando sobre a realização da München Fest. Há quem tivesse entendido que o Jornal da Manhã, na edição desta quarta, pudesse ter se entusiasmado demais ao anunciar que “Prefeitura confirma München em novembro” (possivelmente “para” novembro), ou que a secretária de Cultura, Elizabeth Schimidt, a quem foi creditada a informação, possa ter se precipitado.

Mas, não. George contou que, depois de ter lido o jornal, procurou o prefeito Wosgrau, de quem teria obtido a confirmação da realização da festa. Tanto que George suspendeu aquela coleta de assinaturas de apoio à festa.

Pois bem: No final da tarde desta quarta-feira, portanto depois do discurso de George, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, distribuiu nota, redigida por mãos confiáveis, que o prefeito Pedro Wosgrau Filho, afirmou: “Só podemos garantir a realização da 20ª München quando – e se - tivermos de fato tudo organizado e confirmado”.

Também, que “é prematuro dizer neste momento se a München acontecerá ou não”.

O prefeito estaria desacreditando a informação do jornal, da secretária, ou do vereador? Ou a confirmação da festa é feita somente para o Jornal da Manhã e para George Luiz?

Fato é que, a essas alturas dos acontecimentos, pouca gente acredita em alguma possibilidade de a München não ser realizada neste ano.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, Sebastião Mainardes Júnior, na entrevista que concedeu a este Plantão, se a PEC dos Vereadores tiver efeito retroativo às eleições de 2008, estará criando um problema o Legislativo ponta-grossense, que não tem estrutura para receber mais seis parlamentares.

Isto, já dissemos aqui. Mas, se, de fato, os suplentes tiverem que ser convocados, trata-se de um problema que o próprio Mainardes terá que resolver. Os oito suplentes que estão no aguardo de uma definição, Albino Xexinho Szesz (PSDB), Davi Scheiffer (PMDB), Delmar Pimentel (PDT), Durval Japiassu (PRP), Francisco Valentim, o “Baixinho” (PSB),  Valdenor Paulo do Nascimento, o “Cenoura” (PT), Pastor Moisés Faria (PTN) e Rogério Mioduski (PP), deverão exigir direitos iguais aos demais vereadores, empossados em janeiro.

(Assessorias)

Nesta quinta-feira, às 14h, o prefeito Pedro Wosgrau Filho e o secretário municipal de Industria, Comércio e Qualificação Profissional, João Luiz Kovaleski, fazem o anúncio da instalação de uma nova empresa no Distrito Industrial de Ponta Grossa. Trata-se, segundo o secretário Kovaleski, de uma fábrica de fogões residenciais. Além do anúncio, será assinado também protocolo de intenções entre as duas partes.

Dados sobre a empresa, como geração de empregos, investimento previsto, área a ser ocupada e tamanho do terreno disponibilizado, serão apresentados à imprensa durante o evento.

-

Acontece na próxima sexta-feira, 25, às 15 horas, na Câmara Municipal de Ponta Grossa a palestra sobre o “Novo Código Florestal”, com o palestrante Deputado Federal Eduardo Sciarra, da Frente Parlamentar da Agropecuária.

O evento está sendo organizado pelos vereadores Sebastião Mainardes Júnior, Walter José de Souza (Valtão) e o deputado Estadual Plauto M Guimarães.

-

Nesta quinta-feira (24), às 15h, o Serviço de Obras Sociais (SOS) fará a entrega de kits de artesanato para 50 coordenadoras de clubes de mães. Os kits servirão para que as coordenadoras, juntamente com as participantes dos clubes de mães, consigam produzir artesanato para vendê-los na época do Natal. A entrega será feita na sala de cursos do SOS pela presidente Maria Isabel Ramos Wosgrau.

-

A tradicional Feira da Lua terá mais uma edição em Tibagi no dia 03 de outubro, sábado. Além de praça de alimentação com comidas típicas, as barraquinhas ofertarão frutas, verduras, artesanato e opções de lazer, como o show com o Grupo de Pagode do Gilson e, para as crianças, parquinho.

A feira inicia às 16 horas na praça Desembargador Edmundo Mercer e é uma promoção do Departamento Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento. Marilene Serenato, diretora de Cultura, reforça o convite à população para a retomada das feiras mensais e destaca a oportunidade de integração.

“É um evento em que a comunidade se encontra para fazer um lanche, conversar, assistir a um show musical e ainda deixar as crianças livres na diversão. E ainda têm os produtos artesanais e da agricultura familiar, sempre de excelente qualidade”, indica.
 

Plantão da Cidade OnLine - Rua Antônio Vieira, 295 - Bairro São José - Ponta Grossa - PR
Jornalista Responsável: Luiz Carlos Castilho
 - RPR (MT) - 4450
Comercial: Maria Jacira Castilho - Telefones: (42) 3028 2377- (42) 9119-1523
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade