Ponta Grossa - Paraná
A Princesa dos Campos Gerais
Cidade de Vila Velha
 Ponta Grossa, quinta-feira 17 de maio de 2012






 

 

Copel registra lucro líquido de R$ 319,7
milhões no primeiro trimestre do ano

A Copel registrou, no primeiro trimestre de 2012, lucro líquido de R$ 319,7 milhões, decorrente principalmente do crescimento de 7,3% no mercado cativo e de consumidores livres da empresa.

A receita operacional líquida no trimestre atingiu R$ 2.024,6 milhões, montante 10,9% superior aos R$ 1.826,2 milhões registrados no mesmo período de 2011. Deste valor, 6,5% deve-se à receita de venda de energia, e 13,5% refere-se à receita com o transporte de energia (TUSD e TUST).

Apesar disso, o lucro líquido foi 16,9% inferior ao apresentado no mesmo período do exercício anterior, em virtude das provisões e reversões realizadas no trimestre. A administração da Copel provisionou um montante de R$ 52,0 milhões devido à incidência de correção monetária e juros de mora sobre litígios considerados como perda provável para a Companhia e R$ 7,1 milhões no Programa de Sucessão e Desligamento Voluntário de empregados.

Outros R$ 42,6 milhões foram apropriados em razão de reavaliação do valor justo do ativo financeiro da Copel Distribuição, por conta de novas estimativas de vida útil da empresa conforme a Resolução Aneel nº 474/2012.

De janeiro a março deste ano, outro indicador importante, o Lajida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 585,4 milhões, valor similar ao apresentado no mesmo período do ano anterior (R$ 587,2 milhões).

Programa de Investimentos
Os investimentos feitos de 1 de janeiro a 31 de março passado totalizaram R$ 378,7 milhões, com destaque para obras de geração e transmissão de eletricidade, que absorveram R$ 238,3 milhões. Deste valor, R$ 151,1 milhões se destinaram à Usina Colíder, empreendimento de 300 megawatts no norte do Mato Grosso, cuja construção está sendo iniciada, com previsão de começar a operar a partir de janeiro de 2015. Outros R$ 42,7 milhões foram destinados às obras da Usina Mauá, no rio Tibagi, hidrelétrica com 361 megawatts de potência que começa a produzir energia elétrica ainda em 2012.

Para obras de expansão, melhoria, reforço e modernização na distribuição de energia elétrica – a de maior visibilidade para os consumidores, pois é a que responde diretamente pelo seu atendimento – foram investidos R$ 132,6 milhões no primeiro trimestre.

No total, a Copel prevê investir um máximo de R$ 2.257,4 milhões em 2012, sendo que a Distribuição será responsável pelo maior montante, de R$ 1.105,0 milhões.

 





 

 

Plantão da Cidade OnLine - Rua Antônio Vieira, 295 - Bairro São José - Ponta Grossa - PR
Jornalista Responsável: Luiz Carlos Castilho
 - RPR (MT) - 4450
Comercial: Maria Jacira Castilho - Telefones: (42) 3028-2377 - (42) 9119-1523
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade